"Les tableaux sont effrayants, les principes sont perverts, les conséquences sont terribles, et c'est pourquoi nous avons écrit. S'il est dangereux de parler, il serait perfide de se taire." Jean-Pierre Louis de Luchet
08 de Novembro de 2011

 

austero |é|
(latim austerus, -a, -um)

adj.

1. Que é muito rigoroso nos seus princípios.
2. Rígido, severo.
3. Sério e grave.
4. Penoso.
5. Ríspido.
6. Sombrio, escuro.
A mera constatação das qualidades associadas ao adjectivo que rege o nosso quotidiano e que caracteriza a liderança portuguesa e europeia deveria ser suficiente para a real percepção dos efeitos que o caminho preconizado necessariamente acarretará. Confiança gera confiança, tal como severidade redunda em restrição de espírito e de soluções. Mais do que eventuais complexificações académicas, urge questionar a essência das propostas sobre a mesa. De volta à blogosfera para cogitar sobre estas temáticas. De forma mais elaborada, tentando não fugir das mais básicas evidências.
coagitado por Daniel Martins às 11:48
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
arquivos
Posts mais comentados
2 comentários
1 cometário
1 cometário
últ. comentários
Li por acaso e adorei..
Claro que à esquerda não há extremistas. Sempre a ...
Danny, ganha juízo, pá
Temos os líderes que merecemos.
Não me ocorre nenhuma maneira melhor de passar um ...
Mas quando?
Gosto das ideias, mas deviam rever o grafismo do b...
Gostei! Continua assim, indomável...
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Li por acaso e adorei..
Claro que à esquerda não há extremistas. Sempre a ...
Danny, ganha juízo, pá
Temos os líderes que merecemos.
Não me ocorre nenhuma maneira melhor de passar um ...
Mas quando?
Gosto das ideias, mas deviam rever o grafismo do b...
Gostei! Continua assim, indomável...